Cemitério Mineiro, de Anderson Lucarezi – 332 Poemas No 78


sound-iconouça o poema Cemitério Mineiro, de Anderson Lucarezi

Anderson Lucarezi

o sono  por  baixo  das  pedras
não  existe.  é  só  um punhado
de ossos sem  nem  sequer areia
a envolvê-los.  o  adro sagrado
ao lado é de  pedra.  a  igreja
é  trabalhada   em  dura  pedra
tirada das montanhas. histórias
de  pétrea  natureza     rondam
lápides graves dos que, em vida,
tinham o coração em jaspe.

Preview_requiem2